domingo, 22 de outubro de 2017

ESTAÇÕES DE UM POETA

Estou outonando
No amanhecer da minha vida,
Na manhã quase fria
Do meu coração
Quase quente,
Estação perfeita
Para o meu quase viver,
Palavras inteiras
Para o meu quase escrever,
Minhas folhas caem
Desnudando meu tronco,
Gelando minha seiva
Petrificando meus ramos,
Na tarde da vida
Espero o calor,
Pra entrar na noite
De lua escondida,
E amanhecer amor,
Aquecendo meu inverno
Despertando meu verão,
Na primavera
Tirar da minha alma
E te dar uma flor.
© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.



MULHER

De pensamento bonito
Seus olhos, um brilho
Perante o amor
Desperta a mente com fervor
Perante sua tristeza
Faz sorrir
A gente agradece a sua gentileza
Sua beleza simples como a natureza
Mais importante 
A sua beleza profunda de sua alma
Amiga, mulher ou amante
Tem o seu mundo espelhado em sua palma
Uma guerreira
A vida inteira
Em suas veias flui sangue quente
Determinada
Respeitada
Seu mundo eloquente
Fez desta mulher
Não uma qualquer
Mas sedutora de dia
Rainha à noite, onde sempre brilha
Uma vida de duquesa
Inveja da sua destreza
Não tem medo de errar
Ou se magoar
Seu pensamento
As feridas curam com o tempo
Mas as oportunidades não voltam
Espírito inteligente e farta sabedoria
Parece ter poderes sobrenaturais
Mostrando sua alegria, sem dúvidas banais
Vive cada momento com intensidade
Neste mundo de pouca luz e verdade
© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.



DESCOBRIMENTOS

Amar amar a mim
Como começo e fim
Amar com sedução
Com evolução
Amar com transformação
Amar com alucinação
Amar docemente
Amar fielmente
Amar prazerosamente
Amar incontrolavelmente
Amar conscientemente
Amar selvagemente
Amar com aconchegos sem medos
Amar com todos os desejos
Amar com os sentidos
Amar com alegria poesia inteligência
Amar com competência sem negligência
Amar com encantamento e psicologia
Amar amando e sendo amante
© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.



sábado, 21 de outubro de 2017

PALAVRAS VAZIAS

Melhor ficar na solidão,
A ter que ouvir, palavras sem noção.
Se não é entendido.
De que adianta palavras vazias, 
quando não é compreendido.
O conselho é ficar calado,
Para não ser maltratado.
Sentimentos sufocam...
Quando as palavras nos machucam.

Prefira as estrelas, sua beleza admirar.
A lua, a sua luz, a contemplar.
Assim sua imaginação,
Viajará nessa imensidão...

Paz ao seu coração, encontrará.
E ressentimento não guardará.
Terás mil motivos para sonhar...
Se o seu coração decidir, 
os momentos ruins ignorar.
Autora: Marcia Moraes
© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.