sábado, 19 de julho de 2014

AMOR SINGUNLAR

Eu prezo é o amor que é gasto com prazer, 
que é escasso, raro e inquieto. 
Tenho preguiça do que é a prazo, do lento, 
do morno abrandado com soprinhos. 
Faço passeatas é pelo amor singular, especial, 
que tem pressa, fome e sede de ser. 
Não pra ser breve mas porque não se contém.
Yohana SanFer