terça-feira, 22 de julho de 2014

BRINCANDO DE AMAR

Gosto de manter o meu silêncio
Junto a ti....
Te convido só a murmurar...
Fazer cocegas em meus ouvidos
Brincando de amar!
Assim...
Sem nada falar.
E afoitamente sermos felizes
Maria Ivone Dantas