sábado, 26 de julho de 2014

DEITADA AO SOL

Quando se renuncia completamente a uma coisa e por muito tempo, se porventura a voltamos a encontrar, quase acreditamos que a descobrimos; e qual não é a felicidade do homem que descobre!
Sejamos mais sábios do que a serpente que fica tempo demais deitada ao mesmo sol.
Friedrich Nietzsche