domingo, 5 de abril de 2015

O que me interessa no amor....

O que me interessa no amor, 
não é apenas o que ele me dá, 
mas principalmente, 
o que ele tira de mim: a carência, 
a ilusão de autossuficiência,
a solidão maciça,
a boemia exacerbada para suprir vazios. 
Ele me tira essa disponibilidade eterna 
para qualquer um, 
para qualquer coisa,
a qualquer hora. 
Ele apazigua o meu peito com uma lista 
breve de prós e contras. 
Mas me dá escolhas. 
Eu me percebo transformada pelo que 
o amor tirou de mim 
por precisar de espaço amplo e bem 
cuidado para se instalar. 
O amor tira de mim a armadura, 
pois não consigo controlar a vulnerabilidade 
que vem com ele; 
tira também a intransigência.
Marla de Queiroz