domingo, 26 de abril de 2015

Sempre o coração.....

Sempre o coração guarda alguma chuva.
Que ficou na lembrança.
O medo de cada trovão.
O carinho e a mão.
O ninho e a proteção.
Os passos...
Que marcaram e apertaram os laços.
E se tornaram eternos.
Momentos sempre ternos.
Em que a chuva caía.
E compunha a doce poesia.
Dentro da alma e do coração."
Claudia Salles.