quarta-feira, 17 de junho de 2015

"A afinidade...

"A afinidade não é o mais brilhante,
 mas o mais sutil, 
delicado e penetrante
 dos sentimentos.
 É o mais
 independente também. 
Não importa o tempo,
 a ausência, os adiamentos,
 as distâncias,
 as impossibilidades.
 Quando há afinidade, 
qualquer reencontro retoma
 a relação, o diálogo,
 a conversa, o afeto no exato 
ponto em que 
foi interrompido."
Artur da Távola