sexta-feira, 19 de junho de 2015

A lua

Tenho um caso com a lua desde criança
Quando pequeno, eu fugia
Nossa relação gerou uma aliança
Ela aparecia e eu me escondia

A lua tão belo astro
Surgia com a escuridão
Avançado sobre mim com seu luminoso rastro
Causando-me medo, por um tempão

Ela invadia o barraco
Eu me escondia sob a mesa
Ficava minha alma um caco
Que depois do jantar eu nem queria sobremesa

Meu pai simplesmente sorria
Diante de meu grande pavor
Não percebia o quanto eu sofria
Por sua incompreensão e desamor

Mas certa noite de luar
Saí e a lua desafiei, de cara
O medo não podia continuar
Afinal eu cresceria e um verdadeiro 
homem me tornaria.

ROBERT THOMAZ