quarta-feira, 1 de julho de 2015

Traga a tua boca...

Traga a tua boca
Para matar minha sede
Ficando em mim
Deixando emergir
O que não se explica
O que não tem juízo
Mas, faz todo sentido

  ZEZA MARQUETI