sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Amo-te sem saber como


"Amo-te sem saber como,
nem quando, nem onde,
amo-te simplesmente sem problemas
nem orgulho: amo-te assim porque não
sei amar de outra maneira."
Pablo Neruda