quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Não haverá borboletas se a vida


“Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses.” 
Rubem Alves