sábado, 23 de julho de 2016

Amor, amor meu


"Amor, amor meu, 
desde que você me renasceu, 
não preciso de mais nada. 
Fomos ventre da paixão e da paciência, 
fomos alimento um ao outro 
quando tudo pareceu desmoronar, 
fomos e somos nossos milagres diários 
simplesmente por estar. 
Você me enche de amor tanto 
que eu esvazio 
meus olhos em pranto de sentimento. 
E, se te lembro, me emociono, me sinto forte."
Lilian Vereza.