quarta-feira, 27 de julho de 2016

Os ventos que às vezes


Os ventos que às vezes
Levam para longe o que amamos
São os mesmos
Que trazem algo mais para ser amado
Nós não podemos chorar pelo
Que nos foi tirado
Nós não iremos...  Nós não iremos...
Nós amaremos o que nos foi dado 
Pois tudo que é realmente nosso...
não irá embora...
Rafael Wissmann Monteiro