terça-feira, 29 de novembro de 2016

Grão de areia .

Sou só um grão de areia 
você é o sol que me aquece 
estamos em mundos diferentes 
seu amor meu coração não esquece.

Vamos morar em uma cabana 
onde a tristeza não vai chegar 
a natureza será testemunha 
desse meu jeito de te amar.

Nas noites de lua no céu 
as estrelas prateando o chão
brindaremos o nosso amor
na mais doce magia e paixão.

Vou te envolver em meus braços 
ver seus olhos cheios de amor 
beijar seus lábios carinhosamente 
esquecer que no mundo existe dor.

Autora :Cidinha Almeida
Direitos autorais preservados pela lei de nº 715.014