domingo, 18 de dezembro de 2016

Se nos lembrássemos todos os dias



Se nos lembrássemos todos os dias que
 podemos perder alguém subitamente, 
nós amaríamos mais intensamente e
 livremente, e seriamos mais tolerantes e
 compreensivos. Ninguém pode afirmar
 que não há nada a perder porque tudo
 pode ser sempre perdido...."
Madre Teresa de Calcutá