sexta-feira, 24 de março de 2017

Amantes...

Na hora de te amar.
Quero silêncio absoluto.
O amor excitando meus sentidos .
A poesia na essência imaculada
Plena da tua saudade.
Sentimentos submissos silenciados.
Na hora de te amar.
Quero o roçar em frêmitos
Seduzindo-me
A atmosfera florindo
Sobrepondo a magia de  nos dois
Como amantes das estrelas.
De sorrisos que me diz
O quanto te preciso e te amo.
Porque a noite já se faz presente.
Eu preciso fazer silêncio.
Poetisa Sandra Pires
Direitos Preservados 
conforme artigo (Lei 9610/98)