domingo, 19 de março de 2017

Desejos Alucinantes

Gosto de te entrever na penumbra sensual... 
Morna e doce do teu leito...
Com os olhos semicerrados...
Onde tua alma aflora como um sol nascente...
Gosto de te entrever... Despida... E quase nua... 
Na carícia dos momentos silenciosos cheios de ânsias... 
Gemidos e suspiros que ecoam em forma de desejos... 
Quando vislumbro teus seios minhas 
mãos anseiam em acaricia-los... 
E como luas túmidas... Talvez... 
Parecem quantos crescentes fugindo do teu vestido... 
E anunciando o esplendor das luas cheias...
Despontando na sombra em completa e sensual nudez...
Teu corpo me consome neste alucinante desejo de te-la...
Vejo-te em meus pensamentos... Remexendo meus sentidos...
E quando te encontro o prazer do meu corpo é visível...
Assim como carne o teu corpo escultural e o meu se fundem...
Ardente e gulosamente nos entregamos 
ao êxtase de nossos corpos...
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)