quarta-feira, 1 de março de 2017

LEMBRANÇAS

Estou me sentindo vazia.
Sentindo-me no meio do nada.
Em fração de segundos.

Lembranças de um 
amor que se foi.
Levando com ele
 um pedaço de mim.
Mas á vida é assim.
Um amor sofrido e
 não correspondido.

Vivo de lembranças.
Ainda não consigo tirar 
esse sentimento de mim.
Só eu amei.
Hoje eu vejo o 
quanto me enganei.

Eu sei o quanto vou sofrer.
Porque quando o 
amor é verdadeiro.
Nem o tempo faz esquecer.

Poetisa Flávia Guimarães