quarta-feira, 26 de abril de 2017

TU ÉS MINHA POESIA

A madrugada é solidão escura e 
eu aqui a pensar em ti... 
Do amor que sinto e como ele 
deixa-me sonhar sem dormir...
Ah quem me dera agora 
poder te encontrar...
Seguir contigo para o mesmo 
lugar aonde ficaríamos a falar de amor.
De amor e de certezas que a 
esperança inundou minha vida. 
Para dizer-te o que não disse 
antes pois frente a ti fiquei tão emocionada...
Ao te beijar não disse nada. 
Hoje digo: Tu és a poesia que 
procurava EU TE AMO. 
E seu amor é tudo que eu mais desejo. 
Nessa noite, nessa solidão, 
nessa madrugada, nessa declaração.
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)