quinta-feira, 21 de setembro de 2017

PRAZER INOCENTE

Luzes brilhantes lá no céu
Em alicerces, montes fixados
Rios que escorrem como mel
Em nossos corpos tão molhados.

Deitemo-nos nas margens do rio
Diante da ilustríssima natureza
Em nossas peles faremos arrepio
Diante desta grandiosa realeza.

Carinhos repletos de sentimentos
Prazer inocente que nos refaz
Preenche-nos com contentamentos
Tornando nosso amor mais sagaz.

Quanta harmonia existente em nós
Unificando as nossas emoções.
Pulsação que se torna mais veloz
Em nossos apaixonados corações.
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)