sexta-feira, 6 de outubro de 2017

UTOPIA DO AMOR

Ilusoriamente eu sempre imaginava
Era inútil o tempo que eu gastava.
Pois tudo para mim parecia ser bem real
Em sonhos um príncipe que eu tanto sonhava.

Horas se passaram e finalmente o dia chegou
Alguém veio em minha direção e se aproximou
Eu estava certa de que tudo seria verdade
Pois aquela pessoa realmente me conquistou.

Tudo parecia um mar imenso de rosas
Felicidade e contemplações contagiosas
Dias e noites repletos de muito amor
Utopias verdadeiramente maravilhosas.

Como que eu fui me enganar tanto assim?
Sonhos que não pareciam mais ter fim
Enganada eu fui e demais me machuquei
Sonhar era tudo o que eu tinha pra mim.

Utopicamente eu não mais viverei
A felicidade no amor algum dia encontrarei
Sonhar às vezes faz muito bem para o coração
Mas o real é bem melhor e por ele esperarei.

© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.