quinta-feira, 2 de novembro de 2017

INVERSO

Deixa-me cobrir-te com cores, 
ressuscitar-te nas telas, 
avivar-te com meus pincéis!
Seja mais que um desenho, 
seja uma arte infinita levando-me 
às lágrimas pelo enterro da 
saudade que causava em mim.
Somos linha e caneta, 
água e deserto, 
mundos não descobertos; 
ansiamos artistas vivos que não 
tragam seus mortos 
desejos nos potes de tinta.
Sejamos pois, 
eu e você, 
a arte pintando os artistas.
© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.